fbpx
Connect with us
ads

Coronavirus

10 pacientes de Rondônia com Covid-19 em estado grave serão transferidos para Mato Grosso

Published

on

O governo de Mato Grosso deve receber, nesta terça-feira (26), 10 pacientes estado grave da Covid-19 do estado de Rondônia. Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) informou que disponibilizou leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para receber os pacientes.

A expectativa é de que os dois primeiros pacientes cheguem para receber a assistência médica necessária.

O pedido de socorro aos outros estados é reflexo da alta taxa de ocupação nos leitos de UTIs nos hospitais de Rondônia, que além de atender os casos locais, também dá assistência aos pacientes do Amazonas. No final de semana haviam 40 pessoas esperando uma vaga de internação naquele estado.

O secretário Estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, disse que ‘este é um momento de unir forças diante do colapso que os outros estados já vivem’.

O gestor entende que é preciso levar em consideração a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS) e ser solidário aos familiares e pacientes que anseiam por ajuda.

Covid em Mato Grosso

A SES-MT notificou, até a tarde desta segunda-feira (25), 209.004 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.993 óbitos em decorrência do coronavírus no estado.

Nas últimas 24 horas, foram notificadas 916 novas confirmações de casos de coronavírus no estado e 25 mortes. Dos 209.004 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.884 estão em isolamento domiciliar e 195.123 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 272 internações em UTIs públicas e 298 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 67,67% para UTIs adulto e em 34% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (45.529), Várzea Grande (13.851), Rondonópolis (13.938), Sinop (11.034), Tangará da Serra (9.185), Sorriso (9.055), Lucas do Rio Verde (8.402), Primavera do Leste (6.395), Cáceres (4.875) e Nova Mutum (4.385).

Fonte: G1

Continue Reading
Advertisement
Comments