fbpx
Connect with us
ads

Coronavirus

Após perder avô para a Covid-19, família faz vaquinha para pagar conta de R$188 mil em hospital pois não havia vaga nos públicos

Published

on

Foram sete dias de enfermaria, 19 de Unidade de Terapia Intenstiva (UTI), diversos exames, mas José Ferreira do Nascimento, de 86 anos, não conseguiu vencer a Covid-19. O que ficou para a família, além da tristeza, foi uma conta de R$ 188 mil com o Hospital Unimed, de Rondonópolis. Agora eles, que não possuem plano de saúde, pedem ajuda para conseguir quitar a dívida.

Thais Alves, 27, neta de José Ferreira, conta que ele apresentou febre, dores no corpo e falta de ar como primeiros sintomas. A família mora em Paranatinga, mas não havia vagas nos hospitais públicos de lá. “Levamos ele para o hospital, mas falaram que não tinha vaga e mandaram voltar pra casa. Por volta das 3h da madrugada a minha avó me ligou e disse que ele estava mal de novo”, lembra.

 A neta ainda lembra que chegou a falar com o secretário de saúde do município, e ele disse que, mesmo se levassem José para Rondonópolis, ele ficaria esperando nos corredores, pois não havia vagas no Hospital Regional e nem na Santa Casa.

“A gente não queria que ele morresse. Procuramos salvar a vida dele. Por isso a gente trouxe direto pro hospital da Unimed. Mas não imaginava que ficaria este valor”, lamenta. O resultado positivo para o coronavírus veio após quatro dias de internação.

Mesmo antes de José falecer, o hospital já apresentou para os familiares uma conta, que inicialmente era de R$134 mil. Foi neste momento que uma das netas, Eduarda Karoline, decidiu fazer uma vaquinha virtual para arrecadar o dinheiro.

José faleceu no último sábado (18), e então foi apresentado o valor atualizado: R$188 mil, incluindo os honorários médicos, as internações e exames. Segundo Thais, o hospital não deu nenhum prazo para o pagamento, e as cobranças não param.
 
Quem quiser ajudar a família pode doar qualquer valor pela vaquinha (AQUI) ou entrar em contato pelo telefone 66 98423-5742.

Fonte/ Créditos: Olhar Direto

Continue Reading
Advertisement
Comments