fbpx
Connect with us
ads

acidente

Empresário é preso suspeito de estuprar jovem em entrevista de emprego, em Cuiabá

Published

on

Um homem suspeito de abusar sexualmente de uma jovem de 18 anos durante uma entrevista de emprego, foi preso em flagrante, ontem, terça-feira (27). A vítima procurou o Plantão de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá.

A vítima levou o currículo na loja, no bairro Jardim Leblon, após visualizar o anúncio de emprego com vaga para atendente de assistência técnica, na rede social da empresa. No local, a jovem foi recebida pelo proprietário do estabelecimento que pediu para que a vítima retornasse no final da tarde com roupa mais adequada para que ele e a gerente da loja visualizassem melhor sua aparência.

Quando a jovem retornou à loja, o suspeito estava sozinho e começou a fechar o estabelecimento, dizendo que a gerente tinha saído, mas que logo retornaria. A partir desse momento, o suspeito passou a assediar a vítima, falando sobre as tatuagens que ela tinha pelo corpo, pedindo para que ela trocasse de roupa e colocasse o uniforme da empresa e em seguida andasse pela loja para ele avaliá-la.

Durante a entrevista, o proprietário disse que faria um teste com ela e que cada pergunta que ela errasse teria que tirar uma peça de roupa, momento em que também começou a tocar o corpo da jovem para ver suas tatuagens. Muito nervosa e chorando, a vítima conseguiu se desvencilhar do suspeito que ainda tentou convencê-la a voltar na loja no dia seguinte.

Ela saiu da empresa e procurou o Plantão de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual para registrar a ocorrência. Imediatamente, a equipe policial do plantão coordenada pela delegada Jannira Laranjeira Siqueira Campos iniciou as diligências para identificar e localizar o suspeito, que foi preso em flagrante em uma residência no bairro Ribeirão do Lipa em Cuiabá.

O suspeito foi conduzido ao Plantão, onde foi interrogado pela delegada plantonista e autuado em flagrante por estupro. “O que chama atenção é que a vaga divulgada pela empresa era para atendente, serviço realizado exclusivamente por telefone. Mesmo assim, o suspeito alegou a aparência da vítima para buscar a oportunidade para ficar sozinho com ela e praticar o abuso”, disse a delegada.

Fonte: Hiper Notícias

Continue Reading
Advertisement
Comments