O corpo de Fabrício da Silva Ribeiro, de 42 anos, será velado hoje, a partir das 14h, no memorial da funerária Luz e Vida, na avenida das Embaúbas, no centro de Sinop. Por volta das 16h, será trasladado para cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, onde residem familiares. Ele era casado e tinha duas filhas.

Fabrício era empresário do setor de energia solar e morreu, ontem à noite, na colisão entre uma Toyota SW4 branca e uma carreta Scânia, no quilômetro 693 da BR-163, a cerca de dois quilômetros do perímetro urbano de Lucas do Rio Verde, sentido ao município de Nova Mutum.

O motorista da SW4, que também residiria em Sinop, foi socorrido pela equipe de resgate da concessionária que administra a rodovia. Um amigo da família informou, ao Só Notícias, que ele teve apenas escoriações e já recebeu alta.

O motorista da carreta não ficou ferido e recusou atendimento médico. A versão investigada é que a SW4 seguia sentido Nova Mutum e colidiu na traseira da carreta. Em seguida, saiu da pista e capotou. Não houve interdição da via, uma vez que o veículo parou fora.

As causas estão sendo apuradas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Já as responsabilidades serão apontadas nas investigações da Polícia Civil.