fbpx
Connect with us
ads

Polícia

Fantástico entrevista motociclista que foi atropelado por caminhão e ficou pendurado: ‘Esbofeteou meu rosto, segurei firme’

Published

on

A imagem causou espanto. O motociclista Anderson Pereira ficou agarrado à porta de um caminhão, em alta velocidade, depois de ser atropelado, numa estrada em Santa Catarina. Foram cerca de 20 km de desespero, tentando não cair no asfalto. O motorista do caminhão foi preso em flagrante. A mulher do motociclista, que estava na garupa, não resistiu.

O repórter Valmir Salaro conversou com Anderson, que agora vai ter de lidar com uma perda muito dolorosa. Em janeiro, ele comprou a moto nova. Semana passada, levou a esposa Sandra para o primeiro passeio.

“No sábado de manha chegou o grande dia de a gente passear pela Serra com essa motocicleta, minha esposa junto comigo, eu tava muito feliz. Nós estávamos a 90 km por hora, na pista da direita”, relembra Anderson.

Valmir Salaro: O motorista do caminhão viu vocês e na hora que começa a empurrar sua moto ele continua acelerando, é isso?

Anderson: Ele bateu da mesma maneira que vinha vindo, não houve nenhuma intenção de desvio.

Anderson relembra o momento após o acidente. “Eu perdi a consciência e fiquei desmaiado em cima do tanque da motocicleta. Acordei, um momento de muita confusão mental. Eu tava ouvindo um barulho de caminhão bem atrás de mim. Fui olhando, me levantando do tanque.”

“Fiquei de frente pro caminhão, pro motor, e o motorista indiferente a qualquer coisa mantendo a velocidade. Andei mais pro lado um pouco e parei do lado: ‘moço, para esse caminhão, diminui a velocidade, deixa eu descer, eu preciso descer’. Esbofeteou meu rosto, eu segurei firme”, conta o motociclista.

Anderson relata o momento em que conseguiu pular do caminhão: “Chegou uma subida, o caminhão dele tava carregado, o caminhão perdeu velocidade. Eu tomei a decisão de pular pro chão pra poder escapar.

E ainda recorda: “A única coisa que o motorista dizia: ‘vai morrer, vai morrer. Quer morrer? Vai morrer.'”

O motorista do caminhão, Jeferson Soares, está em prisão preventiva e vai responder pela tentativa de homicídio de Anderson Pereira e pelo homicídio de Sandra Pereira. O advogado de defesa dele disse que o cliente não tem antecedentes criminais e que o motorista insiste num pedido de perdão aos familiares. Veja a entrevista completa clicando aqui.

Fonte: Fantástico

Continue Reading
Advertisement
Comments