fbpx
Connect with us
ads

Polícia

Fugiu de cadeia em Itaituba-PA após ‘saidinha’ de Natal; Quarto assaltante morto em confronto com o Bope em MT é identificado

Published

on

O quarto criminoso morto em confronto com o Batalhão de Operações Especiais (Bope) no município de Nova Bandeirantes foi identificado pela Perícia Técnica (Politec). Trata-se de Waldeir Porto Costa, 25 anos, morador do Estado do Pará, que teria fugido do Centro de Recuperação Regional de Itaituba (CRRI) após a ‘saidinha’ de Natal, benefício para os reeducandos passarem o feriado com a família.

Em fevereiro de 2019, Waldeir teria sido preso por envolvimento com uma associação criminosa suspeita de realizar vários assaltos em Itaituba, sudoeste do Pará. Conhecido como Índio, ele teria sido flagrado quando realizava a travessia de balsa da localidade de Miritituba para a cidade de itaituba. À época, o homem estava em situação de prisão domiciliar.

Na semana passada, três dos mortos foram identificados. São eles: Luiz Miguel Melek, 40 anos, Maciel Gomes de Oliveira, 37 anos, e Romário de Oliveira Batista, 35 anos. O grupo de 15 pessoas seria suspeito de roubar cerca de R$ 900 mil das agências bancárias do Sicoob e Sicredi na modalidade ‘Novo Cangaço’. 

O delegado Victor Hugo Bruzulato, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), informou que dos quatro suspeitos, Waldeir e Maciel tinha histórico de crimes. “Maciel era de Pernambuco e chegou a ser preso na cidade de Sinop pelo crime de tráfico de drogas dias antes dos roubos, porém, foi colocado em liberdade em audiência de custódia”, disse.

“Waldeir era do Estado do Pará e estava residindo em Alta Floresta há alguns meses com documentos falsos, em nome de Rodrigo Mota”, acrescentou. A cidade é a mesma onde morava o empresário Luiz Miguel, cuja família acusa a Polícia Militar de ter o matado por engano.

“Foi identificado nas investigações que esses indivíduos tinham relação de amizade. Agora vamos avançar para identificar a efetiva participação de cada um na empreitada criminosa”, diz Victor Hugo.

A GCCO segue buscando os demais envolvidos nos roubos.

Veja mais detalhes do caso no vídeo abaixo:

Fonte: Olhar Direto

Continue Reading
Advertisement
Comments