fbpx
Connect with us
ads

Geral

Homem foi torturado e morto por se relacionar com mulher de membro do CV em MT, relatou um dos suspeitos

Published

on

Os dois suspeitos de torturarem e matarem Márcio Andreotti, de 33 anos, em Arenápolis, a 258 km de Cuiabá, no sábado (31), disseram em depoimento à polícia que cometeram o crime porque a vítima estava tendo um relacionamento amoroso com a mulher de outro envolvido no homicídio, que está foragido. O crime teve requintes de crueldade. A vítima teve os dentes arrancados.

Ao todo, são quatro suspeitos de participação no assassinato. Dois deles foram presos na segunda-feira (2) e outros dois fugiram.

Em depoimento, os dois presos contaram que a vítima foi torturada e depois morta.

Eles devem responder pelos crimes de tortura, homicídio e ocultação de cadáver. O corpo da vítima foi localizado na segunda-feira numa região de mata, numa estrada de acesso a Nortelândia, município vizinho.

A princípio, a vítima era considerada desaparecida.

A polícia então começou a investigar o sumiço de Márcio.

A vítima estava em uma boate em Arenápolis quando foi abordada por um dos suspeitos que o retirou do local.

Os policiais identificaram os envolvidos no crime e a casa onde teria ocorrido o crime. No local, foram encontradas manchas de sangue nas paredes da sala e no sofá.

No guarda-roupas os policiais encontraram seis dentes humanos, três deles teriam sido arrancados da vítima durante a tortura.

Fonte: G1

Continue Reading
Advertisement
Comments