fbpx
Connect with us
ads

acidente

Mãe chama filha para passeio de bicicleta e se desespera ao vê-la atropelada, em MS

Published

on

Os pedidos de bolos “fora de hora” fazem com que a rotina da confeiteira Sandra Pereira Pinheiro Basualdo, de 41 anos, seja sempre diferenciada, atendendo clientes inclusive aos finais de semana. Quando sobra um tempinho, ela diz que aproveita a companhia dos filhos e assim os convidou para um passeio de bicicleta no bairro Tijuca, em Campo Grande, quando o pior aconteceu: a filha mais nova, de 2 anos, foi atropelada e ficou desacordada por um tempo.

Segundo Sandra, o fato ocorreu na véspera do aniversário dela, dia 21 de fevereiro. “Estava tudo bem, quando decidimos estender o passeio um pouco mais e então, do nada, apareceu um motoqueiro. Eu falei: olha o moto! Só que não deu nem tempo. A minha neném bateu a cabeça no chão e ficou desacordada. Ela tem 2 anos e 4 meses. Peguei ela no colo, estava com o olho virado, foi a pior sensação do mundo”, relembrou ao G1 a confeiteira.

Foto: Sandra Basualdo/TV Morena

Conforme a mãe, os vizinhos começaram a chegar e acionaram socorro, enquanto o filho mais velho dela, de 15 anos, “segurou” o motoqueiro no local.

“Nós descobrimos que o rapaz não tinha carteira, estava com uma moto emprestada e ele estava tentando fugir dali. Quando meu filho se distraiu um pouquinho, para chamar nossos familiares, ele foi embora. Só que naquele momento queria saber da minha filha e aí chegaram os bombeiros e o Samu [Serviço de Atendimento Médico de Urgência]”, disse.

 Foto: Sandra Basualdo/Arquivo Pessoal

Levada para a Santa Casa e após o atendimento do neurologista, a menina foi “retomando a consciências”. “Passamos a noite no hospital e no dia do meu aniversário ela teve alta médica. Ela ficar bem foi o meu presente. Tive muita perda familiar, só eu sei como tudo isso é doloroso e passei a semana anterior anestesiada, com aquela imagem do atropelamento na cabeça, então, usei as redes sociais para agradecer. Para mim, foi um grande livramento”, comentou.

Ainda conforme a mãe, a filha é tão serelepe que já pediu para andar de bicicleta novamente. “Meu filho também falou que, do jeito que a viu, achou que estivesse morta. Mas, como ela desmaiou, a gente acha que ela não entendeu nada e já está pedindo para andar de bicicleta novamente. A gente se culpa muito, fiquei me perguntar porque saí de casa naquele dia. Só que o que tem que acontecer, vai acontecer. Foi mais a pancada mesmo, até porque ela chegou no hospital vomitando, mas está bem graças a Deus”, finalizou.

Fonte: G1

Continue Reading
Advertisement
Comments