fbpx
Connect with us
ads

Geral

Membro de facção procurado após ser solto com atestado médico falso é preso em MT

Published

on

Um foragido da Justiça e membro da cúpula de uma organização criminosa foi preso na noite de sexta-feira (26) pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Ele era procurado após ser solto com atestado médico falso alegando que fazia parte do grupo de risco da Covid-19 por ter comorbidade.

A prisão ocorreu com ajuda da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O suspeito vinha sendo procurado desde o meado do ano passado, depois de ser solto por decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, utilizando atestado médico falso alegando que o mesmo fazia parte do grupo de risco.

Durante investigação para apurar o paradeiro do suspeito, os policiais civis da GCCO em conjunto com a Diretoria de Inteligência, descobriram que ele estava vindo de Balneário Camboriú, de Santa Catarina, em um veículo Pajero cor branca.

Diante das informações foi solicitado auxílio da PRF, que realizou a abordagem do automóvel onde o suspeito estava, nas proximidades da cidade de Rondonópolis.

No momento da abordagem ele apresentou documento falso, porém, foi reconhecido pelos policiais civis da GCCO que deslocaram até o ponto da abordagem, sendo então dado cumprimento ao mandado judicial de prisão. O suspeito também responderá pelo crime de uso de documento falso.

Conforme apurado o suspeito integra a cúpula de uma facção criminosa instalada em Cuiabá, razão pela qual foi preciso um trabalho especializado para a sua localização.

O homem estava em uma Pajero nova, que supostamente seria de sua advogada, conforme relato do próprio detido à PRF.

A participação da profissional também será investigada. O aparelho celular dele também foi apreendido para análise.

Depois de preso, o suspeito foi conduzido até a Gerência Estadual de Polinter e Capturas para as providências cabíveis, e posteriormente encaminhado para audiência de custódia.

Fonte: G1

Continue Reading
Advertisement
Comments