fbpx
Connect with us
ads

Polícia

Morte de mãe de trigêmeos é investigada pela polícia, em Itajaí-SC

Published

on

A Polícia Civil e o Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (CRM-SC) investigam a morte da mãe Camila Cassimiro da Conceição, de 32 anos, após dar à luz trigêmeos em de Itajaí, no Vale. Segundo o delegado regional Márcio Luiz Colatto, o inquérito da Polícia foi instaurado na quinta-feira (28) e está em sigilo. O caso também alvo de apuração na Corregedoria do CRM-SC.

A causa da morte não foi informada pelo Hospital Marieta Konder Bornhausen. A unidade de saúde disse que o departamento jurídico não tinha conhecimento sobre a abertura das investigações até as 19h desta sexta-feira (29). O delegado não passou detalhes sobre a investigação, assim como o CRM, que emitiu uma nota.

“O CRM-SC informa que obteve conhecimento sobre o óbito da paciente, gestante trigemelar, ocorrido recentemente em Itajaí e esclarece que os fatos já são objeto de apuração pela Corregedoria. A divulgação de informações relativas a apuração do caso, todavia, é vedada pelo artigo 1º do Código de Processo Ético-Profissional, que resguarda o sigilo processual”, informou o conselho.

G1 também procurou o Instituto Geral de Perícias (IGP) para saber se acompanha o caso e aguardava retorno até as 19h desta sexta.

As três crianças nasceram de 36 semanas de parto cesariana na terça-feira (26). Um dia depois, a unidade de saúde divulgou uma nota afirmando que a Camila teve sangramentos e passou por uma cirurgia de emergência. Na quinta, a administração comunicou a morte da mãe.

Segundo o pai das crianças e companheiro de Camila, José Cleber Xavier Cardoso, de 34 anos, poucas horas após o parto ela falou que estava sentindo fraqueza. De acordo com ele, a equipe médica identificou um sangramento.

“A gente estava na sala, que já começou o sangramento, aí foi sangramento, foi sangramento, aí não teve jeito mais, fazendo limpeza aí ela foi lá e chamou a médica. A médica subiu e desceu com ela para a UTI. [O hospital disse] que tinha tirado o útero dela, por problema que deu com ela, que eu nem sei explicar direito”, disse Cardoso.

Vitória, Breno e Valentina estão saudáveis e receberam alta hospitalar na manhã desta sexta. Eles foram para casa de um dos tios, onde conheceram as outras quatro irmãs, de 13, 11, e as gêmeas de 3 anos.

Segundo o tio das crianças Altamir Santos, a chegada dos bebês foi emocionante para toda família.

“Só chorei. Era para minha irmã estar lá abraçando os filhinhos dela, no colinho, todo mundo tirando foto”, disse o tio dos bebês.

O corpo de Camila será velado a partir da tarde de sábado (30), no interior do Sergipe. A prefeitura de Indiaroba, cidade natal da mulher, responsabilizou-se pelo translado do corpo

Fonte: G1

Continue Reading
Advertisement
Comments