Na cidade de Borghetto Santo Spirito, na Itália, uma mulher está presa dentro de casa com o corpo do marido, que morreu devido à covid-19. A proibição da retirada do corpo e da saída da mulher do local ocorre devido às restrições de quarentena na região.

O homem morreu na madrugada da segunda-feira (9) após o teste dar positivo para o coronavírus. O prefeito da região, Giancarlo Canepa, explicou que a mulher e o corpo da vítima não poderão ser retirados do local até o dia de hoje devido ao protocolo de quarentena seguido por eles.

O método adotado proíbe que qualquer pessoa se aproxime do corpo durante o período. “Infelizmente, temos um protocolo de segurança que devemos seguir”, afirmou o prefeito, que ainda disse à CNN que o homem se recusou a ser levado ao hospital para o tratamento adequado, o que potencializou os sintomas e o levou à morte. Ele ainda ressaltou que a situação poderia ser evitada: “[Caso a vítima fosse ao hospital] isso não teria acontecido”, concluiu.

Fonte/ Créditos: UOL