fbpx
Connect with us
ads

Geral

Nevada e Geórgia podem definir o resultado da eleição nos EUA nesta quinta

Published

on

As projeções da Associated Press, agência de notícias que está monitorando a contagem de votos nas eleições presidenciais dos EUA, indicam que Biden está muito perto ter 270 votos no colégio eleitoral e, assim, ser considerado eleito.

Pelas contas da agência, no começo da tarde desta quinta (5), faltariam só 6 votos, de Nevada, para ele chegar lá. Mas outros veículos de comunicação, como o “New York Times” e as redes NBC e CNN, ainda não consideram definitiva a vitória democrata no Arizona, que tem o peso de 11 votos.

A AP explicou que projetou Biden vencedor no estado porque ele tinha 5 pontos percentuais a mais que Trump, e 80% dos votos haviam sido apurados até a manhã de quarta.

A secretária de Estado do Arizona, Katie Hobbs, disse nesta manhã que ainda há cerca de 450 mil votos não contados (veja post abaixo).Há 33 minutos

Contagem no Arizona

A secretária de Estado do Arizona, Katie Hobbs, afirmou na manhã desta quinta-feira (5) que ainda há cerca de 450 mil votos para serem contabilizados – dos quais 300 mil são do condado de Maricopa. Ela não deu um prazo para terminar a contagem.

Biden lidera por 68.390 votos no estado. Com 88% da apuração, o democrata tem 1.469.341 votos (50,49%), contra 1.400.951 de Trump (48,14%).

“É óbvio que nós vamos contar todos os votos”, afirmou Hobbs à NBC em meio a protestos do lado de fora dos edifícios onde a contagem é feita. “Eu não entendo o objetivo desses manifestantes. Nós somos legalmente obrigados a fazer isso”.

A Associated Press já projetou vitória democrata no estado, que tem 11 votos no Colégio Eleitoral, mas outros veículos de imprensa ainda não.Há 35 minutosCONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Twitter marca post de Trump como ‘contestável’ e possivelmente incorreto

A rede social Twitter marcou um post feito nesta quinta-feira pelo presidente americano como “contestável” e possivelmente incorreto. Na publicação, Trump diz, em letras garrafais, que “qualquer voto que chegou depois do dia da eleição não será contado!”

O post só fica visível se o usuário clicar para visualizar seu conteúdo. Ele é acompanhado de um aviso que diz: “alguns ou todos os conteúdos compartilhados neste Tweet são contestáveis e podem ter informações incorretas sobre como participar de uma eleição ou de outro processo cívico”.

A afirmação de Trump é incorreta, pois, em 22 dos 50 estados americanos, os votos podem chegar depois do dia da eleição (3 de novembro). O que importa é que as cédulas tenham sido enviadas até o dia 3.

Nos outros 28, as cédulas só são aceitas até o dia do pleito.

Contagem na Geórgia

Cerca de 60 mil votos estão sendo contados na Geórgia, afirmou nesta quinta-feira (5) o oficial da eleição no estado, Gabriel Sterling, durante coletiva de imprensa. Os condados com mais cédulas a serem analisadas são os de Chatham (17.157) e Fulton 11.200).

Com 99% dos votos projetados, Trump lidera no estado por 18.098 votos. O republicano tem 49,57%, contra 49,20% do democrata (uma diferença de 0,37 ponto percentual). A candidata Jo Jorgensen, do Partido Libertário, tem 60.393 votos (1,23%).

“Rápido é ótimo, e nós apreciamos quando é rápido. Mas nós apreciamos mais a precisão. A precisão será o alicerce sobre qual as pessoas vão acreditar nos resultados dessas eleições, seja do lado vencedor ou perdedor”, afirmou Gabriel Sterling.

Continue Reading
Advertisement
Comments