fbpx
Connect with us
ads

Coronavirus

Obesidade aumenta riscos para quem está com Covid-19, diz estudo

Published

on

A Agência de Saúde do Reino Unido publicou uma revisão de estudos sobre a relação entre a Covid-19 e a obesidade e concluiu que o sobrepeso aumenta os riscos para pacientes com o novo coronavírus.

Dois em cada três britânicos estão acima do peso. Entre eles, o primeiro-ministro. Boris Johnson disse que perdeu seis quilos desde que saiu da UTI. O novo coronavírus era o impulso que faltava para o primeiro-ministro. Ele entendeu na pele o que aparece nas estatísticas: quanto mais obesa a pessoa for, maior é o risco de internação e morte por causa da Covid-19.

A autoridade britânica de Saúde divulgou a análise de uma série de estudos. Quem está acima do peso tem 40% mais risco de morrer. Para obesos, a probabilidade é 90% maior.

Estudos já mostraram que há outros fatores de risco, como a idade, por exemplo. As autoridades de saúde dizem que a questão do sobrepeso pode ser controlada. Mas a população britânica não enfrentou o problema durante o confinamento.

Uma pesquisa mostrou que o nível geral de exercício não aumentou por lá. Mesmo no auge da pandemia, o governo tinha autorizado as pessoas a fazerem uma atividade física por dia.

Agora, os exercícios estão liberados. Neste sábado foi a reabertura de academias de ginastica e piscinas. O estudo também mostrou que a população está comendo pior: as vendas de salgadinhos, doces e bebidas alcóolicas aumentaram, em média, 42% durante o confinamento geral.

O primeiro-ministro estuda a restrição de anúncios de comidas engordativas. Boris Johnson quer ainda limitar promoções do tipo “pague um e leve dois” e estimular o apetite por uma vida mais saudável.

Fonte: JN

Continue Reading
Advertisement
Comments