fbpx
Connect with us
ads

Polícia

Polícia pede ajuda para encontrar homens que mataram pai de família

Published

on

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), solicita a colaboração de todos na divulgação da imagem de dois indivíduos, suspeitos do homicídio de Emanuel Macário Alves Aparício. O crime ocorreu na terça-feira (06/04), na avenida Lourenço Braga, bairro Centro, zona sul de Manaus.

De acordo com o delegado Charles Araújo, titular da DEHS, na ocasião, a vítima estava dirigindo um guincho, quando se deparou com os infratores que estavam realizando um roubo. Os indivíduos ao verem ele vestido com roupas similares a de policiais, efetuaram disparos de arma de fogo. Ele não resistiu e veio a óbito.

Disque-denúncia – Quem tiver informações acerca da localização dos indivíduos pode entrar em contato pelo número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu a autoridade policial.

Entenda o caso :

Manaus (AM) – Na tarde desta terça-feira (06), um homem identificado como Manoel Macário Alves Aparício, de 41 anos, foi morto durante um assalto na rua Lourenço Braga, no bairro Centro, zona sul de Manaus.

De acordo com informações do funcionário de seu Manoel, que também foi vítima dos bandidos mas felizmente sobreviveu, quatro homens abordaram a dupla no momento em que eles iam entregar uma carcaça de carro para um ferro velho naquela localidade.

A vítima ainda relata que ao descer do carro para negociar a venda da sucata, foi abordado com socos pelos bandidos, e ao reagir, teve também uma arma apontada na cabeça. Eles levaram todos os pertences do jovem, e em seguida tentaram roubar também Manoel.

Não há mais informações se Manoel reagiu ou não ao assalto, mas ele acabou sendo brutalmente morto a tiros pelos bandidos, e a situação está gerando revolta porque a vítima fatal, seu Manoel, era muito querido e um homem de bem, trabalhador e pai de família.

Ele deixa uma esposa e uma filha adolescente, de apenas 13 anos de idade. No momento da morte do pai a menina esperava ansiosamente para ir almoçar com ele.

O sobrevivente ainda relata que um criminoso vestia a camisa do time Chapecoense, outro uma camisa listrada, outro uma camiseta de cor cinza. Apenas o último segue sem mais informações de vestimenta.

Os policiais militares da 24º Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estiveram presentes na ocorrência e isolaram toda a cena do crime para que o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) pudesse coletar provas do homicídio, que deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e removeu o corpo do homem do local. Qualquer informação sobre os suspeitos do assassinato deve ser informado imediatamente no 190 ou 181. Fonte: CM7

Continue Reading
Advertisement
Comments