fbpx
Connect with us
ads

Coronavirus

Por causa da pandemia, prefeituras suspendem festas de Carnaval, em MT

Published

on

A pandemia do novo coronavírus frustrou os planos de vários blocos carnavalescos de Cuiabá e outros municípios do estado que realizam festa de Carnaval todos os anos. Além das tradicionais festas, o Carnaval movimenta diversos setores da economia.

Com a suspensão dos desfiles, muitos profissionais que ajudam na realização dos eventos, devem sofrer prejuízos financeiros.

“Tenho minha renda particular, mas tem outros blocos que as pessoas dependem exclusivamente disso. Tem a costureira, o artesão, o ambulante”, disse Daurinho, presidente do Bloco Unidos do Carumbé.

Há três anos o Daurinho Santos criou o Bloco Unidos do Carumbé para desfilar no Carnaval de rua Cuiabá.

“Sempre assistia aos desfiles. Tinha uma paixão enorme e pensei: ‘vou fazer meu próprio bloco e representar minha comunidade’. Como a gente já fazia outras festas na rua, convidei a comunidade, fizemos o registro do bloco e começamos a desfilar”, contou.

A Prefeitura de Cuiabá informou que está seguindo todos os decretos e que, neste momento, todos os esforços estão concentrados para as medidas de biossegurança e diminuição dos casos de Covid-19.

Ainda segundo o município, diante do atual cenário, não há nenhuma discussão ou previsão para a realização do Carnaval em 2021.

Em Nossa Senhora do Livramento, a prefeitura decidiu que não vai ter Carnaval em fevereiro.

“Sabemos que infelizmente os comerciantes locais serão afetados, mas estamos preservando a vida. Se for possível a imunização da população, não descartamos a possibilidade de realizar o evento”, explicou o vice-prefeito Thiago Almeida.

Em Poconé, que também atrai milhares de turistas no Carnaval, ainda não uma definição sobre a realização da festa.

Fonte: G1

Continue Reading
Advertisement
Comments