fbpx
Connect with us
ads

Cidades

Profissionais da saúde que atuam em UTI para Covid relatam dificuldades e fazem apelo à população, em Tangará da Serra-MT

Published

on

Um vídeo divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Tangará da Serra, no sudoeste do estado, mostra depoimentos de profissionais de saúde que atuam desde o início da pandemia em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19, no Hospital Municipal de Tangará da Serra.

Nas declarações, uma fisioterapeuta, uma enfermeira e uma técnica de enfermagem fazem um apelo à população.

“Nós estamos há um ano aqui dentro lutando, lutando pela vida de todo mundo. É muito difícil pra nós chegar a um paciente e explicar que ele vai ser intubado. Ele segura na nossa mão e pede: cuida de mim”, diz no vídeo a fisioterapeuta intensivista Rita de Cássia Guarienti, responsável técnica da UTI.

A técnica em enfermagem, Leidiane Alves Teixeira, relata que a dificuldade da rotina.

“É difícil ter que lidar com a doença. Aqui, somos psicólogos, amigos, família. Somos tudo o que o paciente necessita. Está muito puxado, muito cansativo. Essa doença mexe com o psicológico da gente”, diz.

A enfermeira intensivista Marielli Souza Marques, chefe de enfermagem da UTI, diz que as dificuldades enfrentadas são inúmeras, por causa do pico da pandemia, da segunda onda e por causa da mudança do perfil dos nossos pacientes.

“A gente faz plantões exaustivos, cansativos, pesados, emocionalmente e fisicamente. Nos ajudem, fiquem em casa!”, pede.

A secretária municipal de Saúde, Gicelly Zanatta explica que o objetivo do vídeo é mostrar a população que os profissionais de saúde estão trabalhando nos hospitais de forma exaustiva, com plantões puxados, com determinação. É uma forma de mostrar que eles estão fazendo a parte deles e que a população deve fazer a dela.

“Aqui, nós não cuidamos só de um paciente, cuidamos do amor de alguém que está lá fora esperando ele sair. Nós estamos ajudando vocês, nos ajudem!”, seguem os apelos das profissionais.

Fonte: G1

Continue Reading
Advertisement
Comments