O fato ocorreu na tarde de quarta-feira, em Guarantã do Norte, onde por volta das 16h50min, os policiais estavam em rondas pela Rua Embaré no centro de Guarantã do Norte/MT quando acabaram visualizando um jovem de 20 anos, pilotando uma motocicleta Honda de cor prata.

Os policiais deram várias ordens de parada, porém o mesmo não acatou e continuou a pilotar a motocicleta. Após os policiais convencerem o jovem a parar sua motocicleta, o mesmo foi revistado, mais nada de ilícito foi encontrado com o mesmo.

Em um determinado momento da abordagem, o jovem começou a xingar os policiais com palavras de baixo calão e dizendo para os policiais que ele não era bandido, e a todo momento dizendo que estaria com CORONAVÍRUS, ao ser ordenado colocar a mão na cabeça, ele se negou, com o receio de fuga, os policiais tentaram fazer algemamento do mesmo.

O jovem resistiu a prisão por desacato usando a força muscular, o mesmo tentou derrubar um dos policiais, tentando ainda puxar a arma do coldre de um dos soldados.

Que após este feito, o suspeito foi detido, e ele mencionou, que se ele fosse preso ‘Ele iria matar ou morrer, mais que ele queria derramar o sangue dos policiais’, dizendo que iria chamar um amigo para dar um jeito nos policiais, nem que isso lhe custasse a própria vida.

Foi então solicitado uma VTR de apoio, na condução do suspeito para a DELPOL, o mesmo relatou, que teria assinado um termo de responsabilidade para não sair de casa, no período da manhã por volta das 9hs no posto de saúde do Jardim Aeroporto, pois estaria tendo conhecimento dessa situação, sobre o COVID-19.

Fonte/Créditos: Colidernews