fbpx
Connect with us
ads

Coronavirus

Seis pacientes de RO com Covid-19 chegam a Cuiabá em estado grave

Published

on

Seis pacientes de Rondônia foram transferidos para Cuiabá nesta terça-feira (26) e encaminhados a Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratar a Covid-19. O governo informou que dois pacientes foram levados ao Hospital Estadual Santa Casa. Já a Prefeitura de Cuiabá disse que dois ocuparão leitos de UTI no Hospital Referência à Covid-19 e outros dois ficarão em leitos de UTI no Hospital São Benedito.

A prefeitura de Cuiabá informou que recebeu um comunicado do govenro de Rondônia que dizia que o estado estava com cerca de 40 pacientes a espera de leitos de UTI Covid.

Os pacientes encaminhados aos hospitais estaduais, de 60 e 70 anos, apresentaram quadro clínico de emergência, com a necessidade de atendimento imediato. Eles foram transferidos de Porto Velho para Cuiabá.

Diante da situação de colapso em Rondônia, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, avalia que é preciso levar em consideração a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS) e ser solidário aos familiares e pacientes que anseiam pela assistência hospitalar.

De acordo com o setor de Regulação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), a previsão é de que outros dois pacientes de Rondônia sejam transferidos para Mato Grosso entre esta terça-feira e quarta-feira (27). Contudo, até o momento, não há previsão de horário para as novas transferências.

No último domingo (24), a Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ofereceu ajuda humanitária a pacientes acometidos pela Covid-19 em Manaus, que estavam sendo transferidos em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para Uberaba (MG) e fizeram pouso no aeroporto Marechal Rondon para que a aeronave fosse reabastecida.

Na ocasião, a SMS enviou uma ambulância de suporte avançado, com médico e enfermeiro, que entrou na pista e se posicionou ao lado do avião da FAB. Não foi necessário uso da equipe de emergência pois não houve intercorrência enquanto os pacientes a bordo aqui estiveram.

 Foto: Tchélo Figueiredo | SECOM/MT

Fonte: G1

Continue Reading
Advertisement
Comments