fbpx
Connect with us
ads

Cidades

Shopping Sinop está com 70% das obras concluídas e 85% das lojas comercializadas

Published

on

O Shopping Sinop, em construção na Avenida Alexandre Ferronato, na região da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), chegou a 70% de obra total construída. Até o momento 85% dos espaços disponíveis para lojistas estão locados.

Segundo o diretor da Empreendi, empresa responsável pelo empreendimento, Robertos Martins, atualmente há cerca de 250 funcionários prestando serviços no canteiro de obras.

“Neste momento está sendo instalada a estrutura de vidros, janelas e laterais, com alguns fechamentos e acabamentos do telhado. Também estão sendo construídas as alvenarias dos banheiros e as divisórias entre as lojas, além da passagem de toda a infraestrutura da parte elétrica e hidráulica. Empresas de ar-condicionado e gesso também são mobilizadas e na área externa já iniciamos a implantação do gramado, entre outros detalhes”, explica Martins.

O diretor relata que devido à pandemia, aconteceu uma grande mobilização para ajustar a compra de materiais disponíveis no mercado.

“Revimos algumas especificações de acabamento porque temos prazo para entregar o empreendimento. Avaliamos os estoques, a qualidade e a disponibilidade de cada fornecedor e negociamos as entregas para que tudo aconteça no tempo previsto”, relata Roberto Martins.

O Shopping Sinop será inaugurado em setembro. O investimento total de R$ 230 milhões, abrange uma área de 200 mil metros quadrados. A estrutura terá 40,5 mil m² de área construída e 22,7 mil m² de ABL (Área Bruta Locável). O estacionamento tem disponibilidade de 1.405 vagas.

Até o momento são 10 âncoras, 04 megalojas, 18 fast food, 02 restaurantes, 96 lojas, . Já estão confirmadas no empreendimento, entre outras marcas: C&A, Riachuelo, Renner, Avenida, Studio Z, Americanas e Cinemark.

O Shopping Sinop vai gerar mais de mil postos de trabalho e foi planejado para atender aos consumidores de Mato Grosso e sul do Pará. É o único depois de Cuiabá, no norte de MT.

O projeto aplica conceitos de sustentabilidade e leva em conta as condições climáticas peculiares da região.

“Temos muito sol, muita luz e isso vai ser aproveitado na iluminação, ao mesmo tempo há períodos de seca intensa, então o ar condicionado e a umidificação do ambiente precisam de atenção especial”, finaliza o empreendedor.

Fonte: Carol Scandolara/BW Comunicação

Continue Reading
Advertisement
Comments