fbpx
Connect with us
ads

Cidades

Sorriso-MT: Homem que tentava caçar porco e matou amigo com tiro acidental se apresenta na delegacia

Published

on

O homem acusado de matar o amigo com um tiro acidental, durante uma caça em uma fazenda que fica a cerca de 40km de Sorriso, neste fim de semana, se apresentou nesta manhã na delegacia de Polícia Judiciária Civil (PJC) e relatou sua versão dos fatos. 

Segundo o delegado Getúlio Daniel, as armas usadas no dia da caça foram apreendidas e o suspeito deverá responder pelos crimes de homicídio culposo (quando não há intenção de matar), porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental pela morte de um animal silvestre. 

“Um disparo acertou na região peitoral da vítima. Mas eles já tinham realizado mais de um disparo de arma de fogo, que havia matado um animal silvestre, e o segundo disparo feito no local infelizmente acabou ceifando a vida da vítima”, informou o delegado. 

À PJC, o suspeito disse que ele, o filho e o amigo saíram para pescar e ao retornarem para a cidade viram uma plantação de milho, que teria sido devastada por porcos. Na tentativa de tentar capturar um dos animais silvestres, eles entraram no milharal portando arma de fogo. 

“A vítima portava uma espingarda calibre 20 e o suspeito portava um revólver calibre 38. Em determinando ponto, eles se separaram e perderam de vista um ao outro. Quando viram porco, o suspeito fez manobra deitado no chão e pelo que ele relata ele não visualizou que a vítima estaria na sua linha de tiro e acabou acertando a vítima, que era seu amigo como há muito tempo”; 

Anderson Avila, segundo o delegado, responderá ao inquérito em liberdade. “Ainda temos algumas testemunhas para serem ouvidas e, nos próximos dias, após a análise de todos os fatos e provas colhidas, encerraremos o inquérito, que será encaminhado ao Ministério Público”. 

Conforme o delegado, esse crime acidental serve de alerta para o risco gerado por caça e porte ilegal de arma de fogo. Por isso, ele recomenda que quem deseja adquirir e manusear uma arma de fogo deve procurar os órgãos competentes e fazer os cursos necessários.  Fonte: Portal Sorriso

Continue Reading
Advertisement
Comments