fbpx
Connect with us
ads

Geral

Vídeo de macaco extenuado ao fugir de fogo gera comoção nas redes sociais

Published

on

O vídeo de um pequeno macaco deitado no meio da estrada e extenuado ao fugir do fogo, que assola também a região de Chapada dos Guimarães (67 quilômetros de Cuiabá), gerou bastante comoção nas redes sociais. A imagem, feita pelo  fotógrafo Taiguara Luciano, circulou no início deste semana.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o fotógrafo chega próximo ao animal, que está deitado no meio da estrada e completamente extenuado. Ele já estava gravando o movimento na estrada quando encontrou o bicho.

Quando se aproxima, o fotógrafo percebe que o macaco está vivo e aparentando estar com bastante cansado e ferido. Assustado, o animal começa a gritar de forma desesperada, enquanto o profissional tenta oferecer uma banana para ele.

Rapidamente, o animal selvagem se vira, junta o que parecem ser as últimas forças e sai correndo para o meio da mata, sem pegar a banana que estava sendo dada pelo fotógrafo.

O fato foi registrado no local conhecido como Vale da Benção, um dos locais bastante atingidos pelas queimadas. Outros da região (Vale do Bodoquena e do Jamacá) também sofrem com a ação do fogo.

No Vale do Jamacá, há alguns dias um incêndio atinge essa região, bem como outras regiões de Chapada dos Guimarães. As equipes seguem monitorando para promover a segurança desse condomínio, visto que existem outros focos também a serem combatidos. Até o momento, não há risco para residências próximas.

Imagens exclusivas feitas pelo repórter fotográfico do Olhar Direto, Rogério Florentino, mostram um dos atendimentos feitos pelos profissionais que compõe a força-tarefa criada pelo Comitê Estadual de Gestão do Fogo, do Governo de Mato Grosso, para resgatar animais atingidos pelo fogo no Pantanal.

No vídeo, é possível ver os profissionais realizando o atendimento a um animal que estava com as patas bastante feridas. Ele recebeu atendimento em um dos postos de atendimento a animais silvestres, que fica na Transpantaneira, entre os municípios de Poconé e Porto Jofre.

A estrutura para abrigar os animais conta com ambulatório, almoxarifado, armário com medicamentos, alojamentos, cozinha, banheiro e recintos específicos para os bichos. Os recintos para transporte animal e tratamento foram feitos com a mão de obra de reeducandos e uso de madeira apreendida.

Continue Reading
Advertisement
Comments