fbpx
Connect with us
ads

Geral

Vídeo mostra larvas saindo de fossa de hospital em Vilhena-RO; prefeitura se manifesta através de nota

Published

on

Usando um celular, um homem que não se identificou, gravou um vídeo mostrando larvas na água que sai de uma fossa do Hospital Regional de Vilhena e chega até a rua. A imagem viralizou em grupos no WhatsApp nesta quarta-feira, 24.
 
O FOLHA DO SUL ON LINE também recebeu o vídeo e questionou a assessoria da prefeitura sobre o problema, lembrando que o autor das imagens relacionou o líquido a uma eventual proliferação do novo Coronavírus, o que agravaria ainda mais a pandemia na cidade.
 
Em resposta, a Secretaria Municipal de Comunicação enviou nota ao site, na qual relata que a água que é escoada da lavanderia passa por tratamento e que a fossa não recebe fezes.
 
CONFIRA ABAIXO, na íntegra
 
Sobre essa questão da água em frente ao Regional a explicação é a seguinte:
O que escorre no local é apenas água vinda da lavanderia, não há fezes nem resíduos de fossa, visto que o líquido passa por tratamento prévio antes de chegar até esse reservatório. Esta vazão da água acontece por causa da grande demanda que a lavanderia do Hospital Regional de Vilhena tem recentemente devido às normas sanitárias de higiene do novo coronavírus.
 
A empresa contratada para retirar a água com caminhão tanque faz a sucção de três a quatro vezes por dia, visto que a água pode encher este reservatório antigo em poucas horas. No entanto, nesta semana os dois veículos utilizados pela empresa estão em manutenção e ela está buscando outros para aluguel a fim de atender o contrato do Hospital. 
 
Ao mesmo tempo, a Secretaria Municipal de Planejamento está finalizando projeto para construção de nova tubulação no local, que vai englobar fossa séptica e contenção da água. A expectativa é que o projeto fique pronto nas próximas semanas e que a licitação seja iniciada imediatamente.
 
Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Saúde solicitou aterro no local para evitar vazamento da água e mais coletas de água por parte da empresa que presta serviço ao hospital. Focada em resolver de maneira permanente o problema, a direção do hospital também revela que toda a estrutura do prédio passa por reforma avaliada em mais de R$ 2 milhões. Nos próximos dias a obra deve alcançar a recepção e pronto-socorro, fazendo uma requalificação de toda a entrada da unidade. Ainda assim, os engenheiros e arquitetos da Secretaria Municipal de Planejamento da Prefeitura já trabalham junto à Secretaria Municipal de Saúde em alternativa de obra emergencial para sanar o vazamento dentro dos próximos dias.

Assista o vídeo
:

Fonte: Folha do Sul Online

Continue Reading
Advertisement
Comments