fbpx
Connect with us
ads

Polícia

Vídeo mostra policial militar estrangulando e depois espirrando spray de pimenta em rosto de comerciante

Published

on

O vídeo foi gravado em 3 de dezembro de 2019 por uma câmera presa ao uniforme do policial, mas só agora que as imagens foram liberadas.

A comerciante Beatriz de Moura Silva de Oliveira chegou por volta das 13h com a filha na padaria que administra em Itajaí, no interior de Santa Catarina.

Encontrou um homem estirado no chão e algemado na porta da panificadora. Era Jadson José da Silva, preso em flagrante com cinco petecas de cocaína pelos policiais Adair de Oliveira e Khaique Ferreira da Silva.

Os policiais mantiveram Jadson na frente da padaria por alguns minutos enquanto encerravam a ocorrência. Beatriz então abordou os PMs, lembrando que estavam atrapalhando a entrada de clientes.

A conversa ainda era normal até Beatriz tentar explicar seu ponto de vista. Antes de conseguir falar, o soldado Adair sobe o tom de voz e indaga: “Acha ruim o trabalho da polícia, senhora?”. “Eu não estou achando que está ruim. Não coloque palavras na minha boca”, ela responde, com calma. “Só um minutinho, deixa eu falar”, o policial retruca com rispidez e voz alta algumas vezes. Com a câmera no uniforme, não foi possível ver o rosto de Adair.

O que deveria ser um diálogo normal rapidamente se transforma em uma cena de terror.

Enquanto Beatriz e Adair discutiam, o PM Khaique entrou na padaria e foi para trás do balcão, onde estava o marido de Beatriz, Antonio Cesar de Oliveira, que administra a padaria com ela.

O policial pediu os documentos do comerciante aos gritos e começou a puxá-lo, demonstrando irritação. “Você tem que ter autorização para entrar aqui”, Beatriz avisou. Antônio apontou para uma funcionária e disse para ela ligar para a polícia. Neste momento, Khaique imobilizou o comerciante pelas costas e o arrastou para fora da padaria.

Antônio não ofereceu reação. Beatriz tentou impedir e lembrou que ambos são trabalhadores. Adair respondeu dizendo que a ação está sendo filmada.

Enquanto o comerciante era levado para fora da padaria, Beatriz esticou o braço à esquerda do PM Adair, e o policial a empurrou com a mão no pescoço. Ela reagiu afastando a mão de Adair. O policial respondeu com violência, e os dois começaram a brigar. Em poucos segundos, o soldado derrubou e mulher e passou a tentar estrangulá-la.

Nos depoimentos, os policiais alegaram que Beatriz teria tentado pegar a arma do policial, o que é impossível confirmar pela imagem. Uma funcionária da padaria que presenciou a cena, grávida à época, disse que se aproximou dos dois para pedir calma ao PM e ele espirrou spray de pimenta em sua direção.

Fonte: The Intercept

Continue Reading
Advertisement
Comments