fbpx
Connect with us
ads

Geral

Volkswagen suspende produção no Brasil por causa do avanço da pandemia

Published

on

A Volkswagen vai suspender a produção no Brasil durante 12 dias, por causa do avanço da pandemia do novo coronavírus. A paralisação, que entrará em vigor no dia 24 de março, vai impactar todas as suas unidades no país, localizadas nos estados de São Paulo e Paraná.

A companhia explica, em nota à imprensa, que o motivo é o agravamento do número de casos da pandemia e o aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI. “A empresa adota esta medida a fim de preservar a saúde de seus empregados e familiares”, diz o comunicado.

Nas fábricas, só serão mantidas atividades essenciais. Os empregados da área administrativa atuarão em trabalho remoto.

A montadora tem 15 mil funcionários no Brasil que trabalham nas unidades de São Bernardo do Campo, Taubaté e São Carlos, em São Paulo, e São José dos Pinhais, no Paraná. Eles voltarão às fábricas depois da Páscoa, no dia 5 de abril.

Os sindicatos dos metalúrgicos das quatro cidades onde a Volkswagen tem fábricas participaram da decisão.

A Volkswagen produz sete modelos de carro no Brasil. Novo Polo, Virtus e a linha Saveiro são produzidos na fábrica de São Bernardo do Campo. Já o up!, o Gol e o Voyage são feitos na planta de Taubaté, enquanto a fábrica de São José dos Pinhais produz o Fox e o T-Cross.

Das montadoras que operam no Brasil, o movimento da Volkswagen foi, por enquanto, o mais dramático. Algo parecido aconteceu na General Motors, mas o motivo não foi a pandemia de Covid-19. A montadora suspendeu até maio o contrato de 600 funcionários por causa da falta de componentes para a produção de carros. Outros 368 colaboradores já estavam em layoff desde abril do ano passado.

Fonte: CNN

Continue Reading
Advertisement
Comments